TREINAR EM CASA DÁ RESULTADO?

Desde que o isolamento em virtude da pandemia de COVID-19 começou, surgiu uma gama de opções para se exercitar em casa, e não podemos negar que só de estar ativo já uma grande conquista. Mas o grande questionamento é: treinar em casa dá resultado?

Não é qualquer treino que vai fazer diferença para manter o seu condicionamento físico, imunidade, força e composição corporal em dia. Então o que faz a diferença para um treino resultado? A qualidade do treino, independentemente de onde faça. 

QUAL A MELHOR FORMA DE TREINAR EM CASA?

Para ilustrar melhor, imagina que você tem um copo de água com gás para beber em um determinado tempo. Como você bebe água, se utiliza um canudo, se bebe o mais rápido possível, se utiliza uma ritmo constante, vai influenciar em como você vai se sentir após beber todo aquele líquido. Um treino de qualidade seria aquele copo grande de água gaseificada que você bebeu por completo, no menor tempo possível, mas não ficou com nenhum desconforto depois. 

Essa analogia com o copo se relaciona com o princípio da sobrecarga. O treino deve gerar um estímulo para que o seu corpo se adapte. E esses estímulos podem vir de diversas formas além de pesos utilizados nos treinos resistido, a quantidade de séries e repetições realizadas, o tempo de treino, mas principalmente amplitude de movimento (quanto mais completo é o movimento), forma de execução, tipos de contração, método de treinamento, intensidade, intervalo de descanso (Gentil, 2016).

Por exemplo, combinar exercícios em formato de circuito e colocar um descanso curto entre as estações, utilizar métodos que combinam exercícios do mesmo grupamento muscular, alternar exercícios musculares com exercícios com bola, são algumas formas de trabalhar intensidade alta e manter a frequência cardíaca elevada. 

É possível sim ter muito resultado treinando em casa, e o segredo não está onde treinar, mas como treinar. Com  essa quantidade de variáveis dá para perceber que não é tão simples planejar um treino de qualidade, e por isso a melhor forma de treinar bem e ter resultados é ser acompanhado por um excelente profissional de educação física. Pensando nisso, a melhor metodologia do mundo pode ser adaptada a qualquer espaço, por isso que criamos o FunFute em Casa. 

FUNFUTE EM CASA

O FunFute tem por proposta encarar a vida com mais saúde, diversão e resultado. Então a ideia é que a atividade física seja mais divertida e adaptável a qualquer tipo de pessoa e local. Então você também pode treinar de um modo muito mais fun e ainda ter muito resultado em qualquer lugar.

Os treinos online podem ser realizados em qualquer lugar e com uma bola e materiais disponíveis em qualquer lugar, você consegue atingir os objetivos de uma forma fun. As atividades trabalham a mobilidade, estabilidade, propriocepção, técnicas do futebol e utilização de métodos que aumentam a intensidade do treinamento mesmo sem pesos e carga externa, e tudo sem perder os aspectos lúdicos e divertidos. Nas aulas ao vivo e gravadas você não perde o intervalo de descanso adequado, confere a execução correta dos movimentos e garante um treino de qualidade. 

O Funfute em casa é uma ótima opção para quem quer se manter ativo mas os horários ainda são compatíveis para você, e  o melhor você não vai perder em nada na qualidade do treino: 

  • Treinos intensos com menos de 1h de duração; 
  • Vídeos com explicação da execução dos exercícios;
  • Controle dos intervalos de recuperação para uma melhor intensidade; 
  • Planejamento de treino pronto para você não precisar procurar o que fazer no dia; 
  • Planejamento de treinos que contemplam todas as capacidades físicas: Força, Velocidade, Resistência e Flexibilidade; 
  • Brincadeiras e aquecimentos lúdicos; 
  • Treino Divertido, Intenso que dá resultado e melhora o bem-estar;
  • Faça quando e onde quiser.

E a melhor parte é que alguns dos nossos treinos estão disponíveis gratuitamente pelo nosso canal no YouTube. E ainda tem a opção de ter um acompanhamento mais personalizado e próximo dos nossos coaches por videoconferência, então cola com a gente que é sucesso!

Referências Bibliográficas: 

GENTIL, Paulo. Bases científicas do treinamento de hipertrofia . 6 ed. 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu